Sevilha e os “Huevos a la flamenca”

No hay duvida que mi Sevilla
por su aroma y su belleza,
de la tierra y su grandeza
es la octava maravilla.
Es como un jardin florido
con perfume de azahares
y sonido de cantares
que embrujan a los sentidos.
Antonio Pardal

Vamos começar esta semana dedicada à gastronomia andaluza, pela capital da região, Sevilha.

Sevilha é simplesmente uma cidade deslumbrante. O passado e o presente unem-se e criam uma atmosfera única. O centro, com a sua herança árabe tão bem preservada e presente, contrasta e funde-se harmoniosamente com a vida moderna e cosmopolita. A azáfama nas ruas, o cheiro a comida, os botecos cheios, o som do flamenco, uma confusão suave, tão típica nesta zona de Espanha!

Locais a não perder:

A Praça de Espanha, o ex libris da cidade, destaca-se pela sua beleza e imponência. É impossível ficar indiferente.

pracaespanha3

pracaespanha2

A Catedral de Sevilha e a Giralda (antigo minarete convertido em campanário para a catedral;  mede 104, 1 metros)

sevilhacatedral

giralda

O Alcazar (Real Alcazar de Sevilha)

Perto da catedral e da giralda, encontra-se este grandioso monumento de visita obrigatória, é um espaço lindíssimo, um conjunto palaciano que conjuga várias épocas. De inspiração claramente moura, é de notar que foi mandado construir por um rei católico, impressionado pela beleza da arquitectura árabe. É claro, considerado Património Mundial pela Unesco, desde 1987.

A entrada faz-se pela Porta do Leão, e o preço geral é cerca de 9.5 euros. Fecha às 17h no horário de Inverno e às 19h na hora de verão. O complexo é enorme e convém ir com tempo para apreciar toda e beleza e detalhes deste majestoso complexo.

alcazar1

alcazar

jardinsalcazar

A arte de “tapear

O que não falta em Sevilha são as famosas bodeguitas, onde nos podemos deliciar com as mais variadas tapas. A nossa escolha recaiu sobre a Taberna Álvaro Peregil, que fica perto da catedral. Foi aqui, neste pequeno espaço, sem mesas, apenas com as típicas cadeiras altas, ou ao balcão, ou numa pequena saliência de mármore que serve de mesa, que nos deliciamos, entre outras coisas claro, com uns fabulosos Huevos a la flamenca. Um prato simples e que nos ficou na memória pela sua explosão de sabores. Ovos, tomate, pimento, presunto e ervilhas. Tão simples quanto isto, e tão delicioso que prometi que iria reproduzir em casa. Para acompanhar, a típica canha ou a manzanilla. (um vinho seco).

alvaroperegil

peregil

 

Onde ficar:

Recomendo o Hotel Paradela, que fica mesmo junto à Praça de Espanha. Da Praça de Espanha, até ao centro, cerca de 10 minutos a pé. Para quem não tem problemas de locomoção, é uma excelente opção.

*****

Aqui fica a minha versão dos Huevos a la Flamenca

ovosflamenca2

Huevos a la flamenca

Ingredientes

    Receita para 2 pessoas
  • 2 ovos
  • 1 cebola pequena picada
  • 3 dentes de alho
  • meio pimento
  • polpa de tomate
  • 1/2 dl de vinho branco
  • chouriço ou presunto q.b
  • azeite (1/2dl)
  • sal e pimenta
  • espargos selvagens ou ervilhas

Instruções

  1. Aquecer o azeite e fritar os alhos e o chouriço/presunto.
  2. Retirar os alhos e o chouriço e juntar a cebola picadinha.
  3. Juntar o tomate, o vinho e o pimento e deixar refogar lentamente durante 10m.
  4. Temperar com sal e pimenta e juntar um pouco de água se necessário.
  5. Se utilizar espargos (coza-os em água abundante durante 10 minutos, escorra e reserve)
  6. Pré-aqueça o forno a 200º.
  7. Coloque o refogado num tabuleiro de ir ao forno (preferencialmente de barro) e coloque os espargos ou as ervilhas, e por fim os ovos.
  8. Leve ao forno até os ovos estarem cozinhados,
  9. Bom apetite.
http://www.arcadosabores.com/sevilha-e-os-huevos-a-la-flamenca/

ovosflamenca1

 

Partilhe com os seus amigos
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest3

Adicionar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *